Direção

 Diretor: Nuno Santos
   
Subdiretora: Ana Lúcia Mouta
   
Adjuntos: Emília Pereira
  Isabel Machado
  Rui Moreira

Uma Escola só cumpre a sua missão e as metas do Projeto Educativo se todos os que a constroem valorizarem o saber, o mérito, o profissionalismo e as sãs e cordiais relações interpessoais. A tónica deve ser sempre colocada na consistência dos procedimentos dos diferentes membros da Escola que devem seguir padrões de conduta comuns, bem explicitados, de forma a conseguir alcançar o melhor ambiente educativo e os melhores resultados enquadrados por uma cultura de rigor, empenho, diálogo, competência, inovação e partilha.

É objetivo de toda a comunidade escolar que a Escola Secundária de Rio Tinto seja uma escola de referência, pela formação cívica, sucesso académico e profissional dos seus alunos, pela satisfação dos jovens e famílias e pela qualidade do seu ambiente interno e das relações externas. A Escola pretende, ainda, ser referência a nível da educação de todos os cidadãos da sua comunidade, ao longo de toda a sua vida, tendo como objetivo central colocar o desenvolvimento humano no coração do desenvolvimento social.

Neste sentido, consideramos importante melhorar a eficácia da escola através de iniciativas de mudança estruturadas em três grupos: focalização no sucesso, desenvolvimento do ethos da Escola e a melhoria da imagem pública.

O projeto de intervenção para o próximo quadriénio deverá desenvolver-se em dois ciclos de dois anos. Um primeiro ciclo, que decorrerá durante a renovação das instalações escolares, em que é determinante assegurar a qualidade das aprendizagens e as condições de trabalho adequadas. Um segundo ciclo em que a atividade da Escola se deverá desenvolver num ambiente adequado, confortável e estimulante, propiciador de uma educação integral do aluno, capaz de o fazer crescer emocional, intelectual, social e pessoalmente.

 

Princípios orientadores

Todos os alunos têm o direito de aprender e todos os professores o direito de ensinar.

O fator decisivo para os bons resultados dos alunos, e, por consequência, para a eficácia de toda a instituição, é a qualidade do ensino, e a importância da liderança da Escola decorre do seu funcionamento, enquanto quadro genérico que suporta o que se passa nas salas de aula em termos de aprendizagem e modo como funcionam. O diretor desempenha, também, papel essencial na mobilização de todos os atores escolares.

Ancorados nos documentos estruturantes da Escola, Projeto Educativo, Projeto Curricular de Escola, Plano de Atividades e Regulamento Interno, são princípios orientadores transversais a este projeto:

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.